Rapidinhas

17 03 2008

rh.jpg Thiago Heleno é mais um desfalque para o jogo desta terça contra o Caracas, pela quarta rodada da Libertadores.

Bruno Martins

Zidane esteve no Brasil nesse fim de semana, reinaugurou uma quadra na favela de Heliópolis, em São Paulo, participou de uma pelada simbólica, perdeu um penalti nesta mesma, e, detalhe, o goleiro era o Senador Eduardo Suplicy.Para finalizar com chave de ouro a sua passagem rápida ao país tropical, o carrasco da copa de 98 afirmou que só conhece duas equipes no Brasil: Cruzeiro de Ronaldo e Santos de Robinho. Na primeira corrida da temporada 08 da Fórmula 1 deu Hamilton. O inglês dominou a corrida do começo ao fim, foi perfeito. Ele foi seguido pelos alemães Heidfeld e Rosberg, da BMW e Willian respectivamente. No final só 7 carros conseguiram terminar a prova e para variar nenhum brasileiro pontuou, Rubinho furou o sinal vermelho do pit stop e ainda atropelou um mecânico, Massa quebrou na vigésima nona volta e Nelsinho, ainda inexperiente saiu na volta 30. A semana promete ser decisiva no vôleibol brasileiro, principalmente na disputa mineira, o Sada Betim, líder do grupo A do quarto torneio da superliga tem duas partidas fora de casa, ambas no ABC paulista, contra Santo André e São Caetano, se vencer as duas garante a primeira colocação do grupo, vai a final do quarto torneio e assegura a quarta posição geral. Já o TC Minas enfrenta o Volei Futuro e São Bernardo na arena JK, tem que vencer as duas para não correr o risco e perder o terceiro lugar geral para  rival da grande BH. Thiago Heleno é outro desfalque celeste. O jovem zagueiro do Cruzeiro ainda sente dor no pé direito e provavelmente não enfreta o Caracas, pela quarta rodada da Copa Libertadores, com isso o banco azul vai ser formado por três atletas, o goleiro Andrey e os atacantes Marcinho e Marcel. Léo Fortunato entra na vaga de Heleno. Apesar das dificuldades financeiras do Atlético, Geninho exige contratações, segundo o treinador, o elenco é fraco e necessita de reforços com urgência se não quiser fazer feio na Copa do Brasil e no Brasleirão.    

Anúncios




Tabu e Galo quebrados

17 03 2008

ipa-galo.jpg

Bruno Martins 

Depois de de longos 10 jogos, o Ipatinga conseguiu quebrar o tabu e venceu o Atlético pela primeira vez em sua história. O jogo deste domingo foi marcado por muitas faltas e pouca objetividade, principalmente da equipe de Belo Horizonte, o Galo não tem meias de criação e muito menos atacantes, o setor defensivo até que não é tão ruim. O primeiro tempo foi marcado por um leve domínio do Ipatinga, mas nada de anormal, resultado 0 a 0. Já o segundo foi mais truncado, o jogo se deu mais no meio de campo, até sair o primeiro gol, o ex-cruzeirense Nenê abriu o placar, aos 11 minutos, quando ficou cara-a-cara com o bom goleiro Juninho. Depois o Galo atacou desordenadamente e quase tomou o segundo gol, se não fosse a carência de qualidade dos jogadores de ataque da equipe do Vale do Aço. O jogo é um retrado fiel da equipe do Atlético, time sem ataque, sem meio de campo e sem apoio nas laterais, a marcação é a única que salva, mas não adianta efender o jogo inteiro, uma hora a bola entra . Se quer comemorar o 100 anos com festa de gala(títulos) precisa de dois jogadores de criação, dois de ataque e olha o que estou falando, Coelho e Tiago Feltri jogam uma partida boa a cada 20, então é hora de pensar em atletas para estes setores. Foi um absurdo trazer o Coelho de volta, não marca, não apoia e nem cruza bem e/faz gol de faltas. Já passou da hora da massa atleticana olhar seus “ídolos” com olhos mais críticos, e outra – Marques vai sempre deixar a desejar, principalmente em momentos decisivos, centenário é coisa séria.