Tradição manchada

17 04 2008

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

O pior dia na história de um dos clubes de maior tradição sulamericana, o Cruzeiro acabou de ser goleado pelo pífio time do Real Potosí por 5 a 1 pela Copa Libertadores. Com o jogo de hoje, a equipe da raposinha fez 92 jogos na Libertadores, com 56 vitórias, 15 empates e 21 derrotas. Até ontem a pior derrota na competição deste timinho foi contra o Independente da Argetina, em 1975 por 3 a 0. Hoje foram cinco de um time que mal é conhecido na Bolívia, que se sustenta por jogar em uma altitude de quase quatro mil metros, que tem jogadores acima do peso, que estão longes da técnica do futebol brasileiro. O que vimos hoje foi a maior vergonha, maior vexame de um clube brasileiro na Libertadores, nem Paraná, Juventude, Paulista ou mesmo Santo André- equipes consideradas pequenas de nosso futebol- foram capazes de tamanha mediocridade. Para começar o meu caro Adílson começou com três zagueiros perdidos, mais quatro volantes, nenhum atacante de velocidade e sem um lateral esquerdo. Adílson tinha tudo para se tornar um grande treinador, mas vem inventando, entrou amedrontado, com medo do até então, pior equipe da Copa Libertadores. Foi 2 a 1 no primeiro tempo, 2 a 0 logo aos 12 minutos, dois erros primários dos zagueiros celeste. Depois na segunda etapa, duas falhas de Fábio com ajuda da péssima marcação e o último…, esse foi ridículo, nunca vi igual, um gordinho chamado Gatty Ribeiro acertou a trave de Fábio e em seguida recuperou a bola, passou por Henrique, Paraná, Espinoza, Léo Fortunato, Martinelli, Zezé Perrella e mandou para as redes. Tudo isso dentro da área!!! Vergonha! Vexame!Tradição manchada! Uma tradição que vem de craques como Tostão, Jairzinho, Dirceu Lopes, Joãozinho, Roberto Gaúcho, Nonato, Gottardo, Elivelton, Marcelo Ramos, Dida e outros, que por tanto tempo ostentaram esta equipe, que já foi o maior temor brasileiro dos argentinos e hoje é motivo de piada para Evo Moráles. O time merecia ser desclassificado na competição por esta derrota. Espero que estes profissionais não venha com a desculpa de altitude, como que o San Lorezo ganhou então? e o Caracas só perdeu de 3 a 1, o Flamengo jogou neste mesmo local ano passado e empatou. Que pelo mesmo esses jogadores e o treinador sejam homens e admitem que erraram feio, que acabaram de destruir um tradição de tantos anos. Que vocês fiquem na história: 16 de abril de 2008, REAL POTOSÍ 5 X 1 CRUZEIRO  – Fábio, Jonathan, Léo Fortunato, Thiago Martinelli, Espinoza, Marquinhos Paraná, Henrique, Charles, Ramires, Wágner, Marcelo Moreno, Guilherme, Marcinho e Jadílson. Técnico: ADILSON BATISTA, Presidente: ALVIMAR DE OLIVEIRA COSTA, Vice: ZEZÉ PERRELLA, Diretor de Futebol: EDUARDO MALUF.   

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: