20 04 2008

Bruno Martins

O Botafogo conquistou aTaça Rio e com ela o direito de disputar a decisão do carioca. O alvinegro carioca venceu o Fluminense, hoje por 1 a 0, gol do zagueiro Renato Silva, no final do segundo tempo. O Flu ainda havia perdido um pênalti no primeiro tempo, Washigton jogou na trave. A equipe comandada por Cuca, pega o Flamengo de Joel Santana, que venceu a Taça Guanabara naquele polêmico jogo do “chororô”. Vai pegar fogo esta final, que será disputada em dois jogos no Maracanã, nos dois domigos próximos. O Botafogo ainda não engoliu a derrota na decisão do ano passado – em que perdeu na disputa de pênaltis contra o mesmo Flamengo – e a decisão da Taça Guanabara deste ano. Em São Paulo, o confronto final é entre Palmeiras e Ponte Preta, também nos próximos domingos, a primeira partida será no Moisés Lucarelli e a segunda no Parque Antártica. A Macaca se classificou ontem, ao vencer o Guaratinguetá por 2 a 1, fora de casa, bom jogo, destaque para o goleiro Aranha, da Ponte, que defendeu até pênalti. O primeiro jogo foi 1 a 0, também favorável à equipe de Campinas. O Palmeiras conseguiu reverter a vantagem conquistada pelo São Paulo na partida de ida da semifinal-2 a 1 para o tricolor no estádio do Morumbi. No jogo de hoje, no Palestra Itália, o Palmeiras foi logo marcando, Léo Lima, que virou volante, arriscou de fora da área, a bola desviou no gramado molhado e enganou o Rogério Ceni, 1 a 0 aos 21 da primeira etapa. No segundo tempo, Valdívia recebeu bom passe de Wendel e definiu o placar, 2 a 0, aos 38 minutos. O Palmeiras será o campeão paulista, não há duvidas, apesar de zebras existirem, Luxemburgo não perde o título. No campeonato paranaense, assim como no mineiro haverá um clássico na decisão, Atlético e Coritiba, o famoso Atletiba. O Coxa venceu o Paraná por 2 a 0 na Vila Capanema, Keirrison fez os dois gols. Já o Furacão perdeu para o Toledo por 1 a 0. Mas como o Atlético havia vencido a primeira partida também por 1 a 0, e tinha a vantagem, no caso de um empate na soma dos resultados, a equipe foi à final. O Coritiba é franco favorito, nesta reta final a equipe de Dorival Junior se consolidou, já o time de Ney Franco caiu de produção e não vem fazendo boas partidas, como fez no primeiro turno arrasador, com 13 vitórias consecutivas. No Gauchão, o Inter venceu o Caxias por 2 a 1 e foi à final, destaque para o meia Alex, autor dos dois gols. O colorado enfrenta o Juventude que venceu o Internacional de Santa Maria por 4 a 2, em Santa Maria- o primeiro jogo foi 1 a 0 para o Inter-SM. A primeira partida da decisão será em Caxias do Sul, no estádio Alfredo Jaconi e a segunda no Beira-rio. O Inter é favorito, mas o Juventude já aprontou pra cima do Grêmio, que até então estava invicto e não será surpresa se o título ficar com time do técnico Zetti.        

Anúncios




Mais uma vez clássico na decisão mineira

20 04 2008

Leandro Domingues volta à equipe celete e ajuda o time a conquistar a vaga para a final do Campeonato Mineiro com um golaço,em seu primeiro lance na partida

 

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Depois de mais um jogo complicado, o Cruzeiro conseguiu a classificação para final do Campeonato Mineiro, o time celeste venceu o Ituiutaba por 3 a 1. Bastou Adílson não inventar na escalação e nas substituições, que o time voltou a jogar a bem, principalmente no segundo tempo. O Ituiutaba saiu na frente, com um gol de Moreno no primeiro tempo, a equipe do Pontal foi superior neste período e teve oportunidades para ampliar o placar. Vontade não faltou a Raposa no primeiro tempo, que jogava com raça, mas sem técnica e objetividade. Marcinho, que jogou no lugar de Wágner não conseguia armar as jogadas, Ramires estava de ponta esquerda isolado e os laterais Jadílson e Jonathan têm deficiências, o primeiro defensivas e o segundo ofensivas. Mas o gol foi uma falha de marcação de Ramires, que deu espaço para o atacante do Ituiutaba Moreno, que dominou a bola de escanteio dentro da área, cruzou errado, mas certo, pois foi direto para o gol, Fábio estava mal posicionado. No segundo tempo, Adílson Batista tirou o Jonathan e colocou Henrique, que entrou para ajudar o lado esquerdo da defesa azul e anular Moreno, substituição fatal para a equipe comandada por Nedo Xavier. Marquinhos Paraná caiu para a lateral direita. A equipe deu uma leve melhorada e começou uma pressão logo no início, com bonitos lances promovidos por Guilherme – Marcelo Moreno e Marcinho foram infelizes nas conclusões. Ramires ainda sofreu um pênalti, que não foi marcado pelo árbitro Ricardo Marques. De tanto atacar, os celestes chegaram ao gol do Boa, Marcinho bateu escanteio, a zaga rebateu para o próprio meia, que cruzou novamente, desta vez a bola veio rasteira, Espinoza completou, 1 a 1 aos 12 minutos do segundo tempo. Logo após o gol, o lateral Peterson do Ituiutaba ficou irritado com a marcação de um lateral, reclamou de forma veemente e levou o segundo amarelo, consequentemente o vermelho. Com um jogador a mais, o Cruzeiro ficou ainda mais ofensivo e teve outras chances de ampliar o marcador. Foi só Marcinho dizer que estava cansado, que Adílson o substituiu por Leandro Domingues, que entrou e de cara fez uma obra de arte, golaço, saiu do meio de campo driblou dois marcadores e emcobriu o goleiro Daniel, 2 a 1 aos 27. Ainda bem que o Adílson não inventou e colocou o Domingues, que não jogava desde do jogo contra o Rio Branco, no começo de março. Leandro Domingues é um dos poucos craques da equipe – Wágner e Guilherme são os outros – e merece mais oportunidades, não é de hoje que ele vem decidindo, ele foi imprescindível para a classificação do time para a Libertadores no Brasileirão do ano passado. Como o jogo foi 3 a 1, Guilherme carimbou o passaporte para a final, outro golaço aos 38. Marcelo Moreno fez boa jogada na ponta direita e cruzou para o garoto, que pegou de bate-pronto. O Cruzeiro agora pega o Atlético, em mais uma decisão de Mineiro, serão dois jogos e a raposa joga por dois empates ou por uma derrota e uma vitória com a mesma diferença de gols. Apesar de clássico não ter favorito, o Galo desta vez é. Vem com mais moral, o alvinegro venceu os dois jogos da semifinal, com direito a gol de letra do jovem Renan Oliveira no jogo de ontem, que foi 1 a 0. O primeiro jogo é no próximo domingo, às quatro da tarde, vamos ver se haverá um bicampeonato ou uma revanche da decisão da temporada anterior, que vença o melhor!!