Dúvidas esclarecidas

1 05 2008

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Muitos torcedores e cronistas esportivos estão em dúvida, se gol fora de casa é critério de desempate. Na verdade é sim, segundo o regulamento da Conmebol, no artigo 5.2, fica claro que o gol fora de casa é critério, no caso de empate no saldo de gols. Segundo este artigo, a regra de desempate é a mesma da segunda fase, que é o artigo 5.1, com o acréscimo da decisão por pênaltis, caso os placares fossem idênticos, por exemplo, 2 a 1 para o Boca na Bombonera e 2 a 1 para a Raposa no Mineirão. Já na final, pode ocorrer uma prorogação antes da decisão na marca da cal. Sobre final entre clubes do mesmo país, o artigo 3.6 indica que times do mesma federeção têm de se enfrentar o obrigatoriamente na fase semifinal.

Anúncios




Levantando a cabeça

1 05 2008

Galo ainda está vivo na Copa do Brasil, o alvinegro eliminou o Náutico e agora enfrenta o Botafogo

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

O Galo se recuperou da derrota de 5 a 0 contra o Cruzeiro, no último domingo. A equipe do técnico Geninho mostrou que tem brio e conseguiu se classificar para às quartas-de-final da Copa do Brasil ao vencer o Naútico por 1 a 0, hoje no Mineirão. O gol foi de Danilinho, aos 21 minutos do segundo tempo. Foi um jogo de raça,superação e muita sorte alvinegra. O time pernambucano jogou quatro bolas na trave e o Galo  ainda teve Leandro Almeida expulso, aos 31 da segunda etapa. Juninho ainda salvou o Atlético, com pelo menos três defesas difíceis. O resultado simples favoreceu os mineiros, porque na partida de ida, o Timbú venceu o Atlético por 3 a 2 e gol na casa do adversário é critério de desempate. Agora o confronto é entre Galo e Botafogo, será uma revanche do ano passado? 

Libertadores, oitavas-de-final – Jogos de ida

Lanus 0 x 1 Atlas

LDU 2 x 0 Estudiantes

América-MEX 2 x 4 Flamengo

San Lorenzo 2 x 1 River Plate

Atllético Nacional – COL 1 x 2 Fluminense

Nacional -URU 0 x 0 São Paulo 

Copa do Brasil, oitavas-de-final – Jogos de Volta

Juventude 3 x 1 Corinthians – AL* (0x2)

Corinthians* 4 x 0 Goiás (1×3)

Sport* 4 x 1 Palmeiras (0x0)

Atlático – GO 1 x 2 São Caetano* (2×2)

* Classificado para a próxima fase.





Sorte de campeão

1 05 2008

Cruzeiro perde para o Boca por uma diferença mínima e ainda consegue marcar um gol na casa do adversário, apesar da péssima partida

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Apesar de fazer uma partida pífia, os jogadores do Cruzeiro ficaram satisfeitos com a derrota de apenas 2 a 1 para o Boca Juniors, hoje, pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores. O time celeste estava irreconhecível, se compararmos com a partida anterior, na vitória arrasadora sobre o Atlético por 5 a 0, no último domingo. O técnico Adílson Batista parece que não aprende e hoje escalou mais uma vez, um time torto taticamente, com cinco volantes, sendo um deles, improvisado de zagueiro pela esquerda, no caso Marquinhos Paraná, Ramires de ala na esquerda e Charles de lateral direito. Era só escalar o simples, como fez contra o Atlético, com o Jadílson de ala esquerdo e apenas o Charles improvisado na direita, mais nada. Com esta formação, o time celeste sofreu o primeiro gol em menos de 10 minutos do primeiro tempo, Gonzáles aproveitou o espaço do lado esquerdo da zaga azul, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Riquelme concluir, 1 a 0. Após o gol, o Boca continuou melhor, perdendo várias chances. Já a Raposa teve uma única oportunidade, após cruzamento de Guilherme, Ramires conclui mal. No último lance da primeira etapa, a Raposa ainda tinha direito à um pênalti, não marcado pelo juiz Jorge Larrionda. Maidana colocou a mão na bola dentro da grande área, após cobraça de escanteio. No segundo tempo, o esquema montado por Adílson começou a funcionar, foi só começar, que o professor fez a primeira substituição, o lateral Jonathan entrou no lugar do atacante Guilherme e não deu outra, o time das Minas Gerais ficou ainda mais acuado e a  pressão argentina aumentou. O Cruzeiro, que jogava com apenas Moreno na frente, não conseguia trocar dois passes na intermediária ofensiva. Após vários gols incrivelmente perdidos por Palácios e Palermo, o Boca chegou ao segundo, boa tabela entre Riquelme e Dátolo, que entrou livre (impedido, mas o auxiliar não marcou) pelo lado direito da defesa celeste, cortou Thiago Heleno e fuzilou sobre Fábio, 2 a 0, aos 19 do segundo tempo. O Cruzeiro contiinuou recuado, Palermo ainda mandou uma bola na trave. E como diz o ditado “quem não faz leva”, Marcinho, que havia entrado no lugar de Wágner, cobrou escanteio rasteiro para trás, Fabrício chutou, a boa desviou na zaga argentina e foi parar no gol de Caranta, gol salvador, aos 32 minutos. Depois do gol, o jogo ficou mais equilibrado até o fim. Com este “golzinho”, a Raposa avança para às quartas-de-final se vencer o Boca por apenas 1 a 0 no jogo de volta, quarta-feira, dia 07, no Mineirão. O segredo é jogar o “arroz com feijão”, para aumantar as chances de classificação.  





Chelsea vs Manchester United

1 05 2008

O palco para a grande final da UEFA Champions League será o Estádio Luzhniki, em Moscou. Pela primeira vez, a decisão será entre duas equipes inglesas

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Em um jogo emocionante, o Chelsea venceu o Liverpool na prorrogação e chega pela primeira vez à final da Liga dos Campeões da Europa. No tempo normal, a equipe londrina abriu o placar aos 33 minutos do segundo tempo, gol de Drogba. Aos 29 minutos da etapa final foi a vez de Fernando Torres empatar, após boa jogada de Benayoun, o espanhol mandou para o gol de Cech, que nada pôde fazer, 1 a 1, resultado final. Como a primeira partida teve placar idêntico, o jogo foi para prorrogação. Na primeira etapa do tempo extra, o alemão Ballack sofreu pênalti de Hypia aos oito minutos. Lampard cobrou e desempatou, 2 a 1 para os “Blues”. No último minuto deste tempo, Drogba fez o seu segundo gol na partida, após cruzamento de Anelka, 3 a 1 e final praticamente garantida. No final do segundo tempo da prorrogação, Babel marcou para a equipe da terra os Beatles e por pouco não atrapalhou a festa dos londrinos. Final 3 a 2 para o Chelsea, que enfrenta o Manchester United, em uma inédita final inglesa, no próximo dia 21, em jogo único. A partida será disputada na cidade de Moscou, na Rússia. O Manchester se classificou ontem, ao vencer o Barcelona por 1 a 0, com um golaço de Scholes, logo no primeiro tempo – na partida de ida, 0 a 0 -. É uma final justa, de equipes equilibradas, com goleiros decisivos, além de excelentes atacantes, de um lado Drogba, do outro Rooney. Sem falar de Cristino Ronaldo e Lampard, dois astros do futebol mundial. Esses dois times ainda disputam o Campeonato Inglês, o Manchester lidera no critério de saldo de gols(53 a 37), faltam apenas duas rodadas para se conhecer o campeão. O Manchester é favorito nas duas competições.