O dia em que o Galo afogou o Peixe.

7 08 2008

     

 

Fábio Moura – lock_morgan@hotmail.com

      

     Meu Deus!!! Há tempos não tenho ânimo para escrever aqui, mas a vitória de agora há pouco do Atlético sobre o Santos, me fez vir correndo para o computador. É impressionante como um jogo pode mudar completamente em tão pouco tempo. O Galo começou mal, muito mal, péssimo!!! Em apenas dois minutos a zaga já batia cabeça e numa saída “mal planejada” o goleiro Edson entregou para Cléber Pereira marcar o primeiro, o jogo continuou complicado, algumas chances para o Galo, outras para o Peixe, foi então que aos 28 minutos mais uma lambança, Quiñonez cruza, Vinicius tenta cortar e enfia para o fundo do gol, dois a zero Santos. Nesse momento os atleticanos já pensavam “ihhhh, já vi que vai ser tudo igual”, alguns desligaram a televisão, outros foram assistir Pantanal, e teve até aqueles que foram dormir para evitar o stress. Mais foi ai que o milagre começou a aconteceu, menos de um minuto de tomar o segundo gol, o atacante Jael arranca, invade a área e enfia debaixo das canetas do goleiro santista, golaço! O galo continou a pressionar e ainda teve ótimas chances com Marques ( de voleio) e Pet ( de falta), o primeiro tempo acabou e o Alvinegro Mineiro foi empolgado para o vestiário. No retorno do segundo tempo, uma substituição mudou a cara do jogo, a entrada do jovem Raphael Aguiar deu uma nova cara ao time atleticano, correndo muito, o garoto foi decisivo no que viria a acontecer. Logo aos cinco minutos o veterano Petkovic acertou um ótimo passe para Márcio Araújo, que chutou bonito e empatou o jogo, que mesmo com o gol continuou truncado. Aos 29 um erro grotesco da zaga santista, proporcionou a Raphael Aguiar chance da virada, na saída de bola o garoto tomou a bola do pé do equatoriano Quiñonez e com categoria não desperdiçou, Atlético 3 Santos 2.  Depois disso só deu Galo, que por muito pouco não aumentou em uma jogada de Renan que resultou em uma ótima defesa do goleiro Douglas. Fim de jogo, o Atlético conquista sua primeira vitória fora de casa, e de quebra manda pras cucúias um tabu de 60 anos sem vencer o Peixe na Vila.

 

Anúncios