De volta ao paraíso

29 08 2008

O maior ídolo estrangeiro dos cruzeirenses está de volta ao clube, mas estréia ainda é incerta; Sorín se recupera de fratura no joelho direito

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Ele nunca foi tão feliz como aqui, ele nunca foi tão idolatrado como foi pelos torcedores celestes. Sorín está de volta à Toca da Raposa. Depois do anúncio de um eventual tratamento, que o lateral faria nas dependências do clube, Sorín foi confirmado nesta sexta-feira como jogador do Cruzeiro, ele já havia assinado um contrato até dezembro, na última segnda-feira. O argentino, em um primeiro momento, fará tratamento no joelho direito e receberá um salário de 10 mil reais. Sem dúvida é um belo reforço, ele se identifica com a torcida, tem garra e tem tudo para dar a volta por cima – Sorín foi dispensado pelo Hamburgo, da Alemanha e há mais de dois anos não é convocado para a seleçao de seu país. Sorín está com 32 anos e tem 1,73 metro, e já levantou três importantes títulos pela Raposa: duas Copa Sul-Minas(2001-02) e uma Copa do Brasil(2000).

kerlon e Jonathas também dão adeus O Cruzeiro anunciou na final da tarde as vendas dos jovens Kerlon e Jonathas. Kerlon, o foquinha, que está contundido- se recupera de um rompimento de ligamento do joelho – afirmou que não quer mais vestir a camisa azul e por isso teve 80% dos seus direitos vendidos para o empresário italiano Mino Raiola, no valor de 1,3 milhões de euros. O atacante “gradalhão”Jonathas foi para o AZ Alkmaar da Holanda. A Raposa faturou 600 mil euros por 65% do direito o jogador. Ótimas vendas, o primeira nunca teve um sequência, devido à sérias contusões e o segundo não pode ser considerado jogador de futebol, é muito fraco tecnicamente, finaliza mal, não tem velocidade e nem sabe dar um passe de meio metro.

Anúncios




Thiago chega, Charles se despede

29 08 2008

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

O Cruzeiro anunciou na manhã desta sexta-feira a contração do atacante do Thiago Ribeiro, de 22, que estava no Al-Rayyan, do Catar. O jogador se destacou no Rio Branco antes de se transferir para o Bordeaux da França, onde não se firmou e foi repassado ao São Paulo, em 2005. Na volta ao Brasil, Thiago se destacou como um atacante velocista e bom finalizador e foi titular do tricolor ao lado do experiente atacante Amoroso, com quem foi campeão da Libertadores e do Mundial Interclubes. Em 2006, o atacante não manteve o mesmo ritmo da temporada passada e acabou no banco de reservas, emsmo assim foi campeão Brasileiro. Sem muitas oportunidades com o técnico Muricy Ramalho, ele se transferiu para para o Al-Rayyan, do Catar no segundo semestre de 2007. Thiago será, sem dúvida, um ótimo reforço, pois a equipe celeste tem carência no setor, que conta com apenas um atacante de nível da série A, Guilherme. Mas ainda é pouco, o time ainda necessita de mais atacante, um jogador mais de área, goleador. Quem sabe o Fred não volta? Eu não duvido. 

Tchau! Enquanto Thiago chega, Charles está indo embora. O melhor volante da Raposa vai para o futebol Russo defender o Lokomotiv por pelo menos um ano e quatro meses, é que o Cruzeiro vendeu 70% dos seus direitos à equipe russa, os outro 30 continuam com a Raposa. Será uma grande perda, pois não há no elenco nenhum jogador que possa suprir as funções que Charles dentro do time celeste. O “camisa 7” era o único com características de segundo volante, que dava o primeiro combate, cobria a lateral direita e ainda aparecia como jogador surpresa na meia e na ponta direita. Ele ainda tinha o melhor chute de fora da área e já havia marcado quatro gols neste Brasileirão. A saída dele complicará a vida de Adílson Batista, que terá que mudar a função de Henrique e/ou de Fabrício, que podem cair de produção, pois os dois têm dificuldades na armação e serão sacrificados com o novo posicionamento. Marquinhos Paraná seria a melhor opção, mas devido a um estiramento na coxa esquerda, o curinga desfalcará o time celeste por pelo menos 30 dias. Léo Silva poderia ser outra opção, mas foi dispensado por Adílson e emprestado ao parceiro Ipatinga.