A verdadeira seleção do Brasileirão 2008

9 12 2008

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Diferentemente do prêmio da CBF, eu analiso os melhores do Brasileirão 2008, de acordo com o desempenho na competição. É brincadeira citar Nilmar, Alex e Guiñazu, que são ótimos jogadores, mas pouco mostraram neste Campeonato. Outro absurdo é deixar Vítor de fora da seleção, o lateral do Goiás foi um dos melhores no geral. Harley também foi esquecido, nem entre os três melhores goleiro ele ficou, assim como Fábio. Thiago Silva é um bom zagueiro, mas não pode tomar o lugar de um jogador da posição que atua no Grêmio – equipe que menos tomou gol no campeonato. Em um torneio que termina com três artilheiros, dois são descartados. Alex Mineiro ocupou uma das vagas, estranho, ainda mais se tratando de um atacante que marca mais gols de pênalti. Arbitrariamente, ao blog “NoÂngulo” montou a melhor seleção do Brasileirão, que joga com três volantes, uma vez que dois deles são mais ofensivos, quase armadores, veja:

Goleiro: Harley (Goiás)
Lateral-direito: Vítor (Goiás)
Zagueiros: André Dias (São Paulo) e Réver (Grêmio)
Lateral-esquerdo: Juan (Flamengo)
Volantes: Rafael Carioca (Grêmio), Ramires (Cruzeiro) e Hernanes (São Paulo)
Meia-atacante: Hugo (São Paulo)
Atacantes: Keirrisson (Coritiba) e Kléber Pereira (Santos)
Técnico: Muricy Ramalho (São Paulo)
Craque: Hernanes (São Paulo)
Logo atrás: Vítor (Goiás) e Ramires (Cruzeiro)
Revelação: Keirrisson (Coritiba)
Decisivos: Hugo (São Paulo), Borges (São Paulo) e Tcheco (Grêmio)                                                                          

Melhor Árbitro: Pedro Leandro Vuaden (RS)                              

 Confira também as seleções da CBF, da revista Placar e da TV Gazeta.

Anúncios