Enquete

16 12 2008
Anúncios




Roque Jr. e Espinoza?

15 12 2008

015989384-dp00

Zagueiro deve formar dupla com Espinoza para a próxima temporada

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Depois de renovar com o equatoriano Espinoza, o Cruzeiro deve fechar, nos próximos dias, com outro experiente defensor.

Trata-se de Roque Junior, que não vai renovar contrato com Palmeiras.

 A diretoria do clube paulista pretende reformular o setor defensivo do time e, por isso, abrirá mão do experiente zagueiro, que tem tudo acordado com o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella.

O anúncio foi dado, nas entrelinhas, na tarde dessa segunda-feira. O presidente celeste apenas afirmou que está negociando com um zagueiro experiante que atua no Brasil.

Roque Junior é mineiro de São Rita do Sapucaí, tem 32 anos e foi campeão do mundo, pela seleção brasileira, em 2002. Esta será sua primeira passagem por um clube da capital mineira.

Agora vamos imaginar um Cruzeiro e Boca pela Libertadores. A dupla de zaga formada por dois “rápidos” defesores, Espinoza e Roque Junior. É melhor nem pensar!

 Não entendo, é bom ter jogadores rodados, mas seria melhor ainda se estes fossem bons. Do contrário, é melhor apostar em atletas mais jovens.





Enquete

14 12 2008




NoÂngulo no seminário de Jornalismo Esportivo

14 12 2008

dsc00325

dsc00313

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

A terceira edição do Seminário de Jornalismo, promovido pelo Comunique-se, teve a participação de grandes nomes da mídia esportiva, como Juca Kfouri, Milton Coelho da Graça, Cléber Machado, Sívio Luiz e Paulo Vinicius Coelho. O evento aconteceu na última sexta-feira, 12, no Edifício do Banco Santander, na Avenida Paulista, em São Paulo. Os integrantes do blog NoÂngulo, Fábio Moura e Bruno Martins, e do blog Futebol dos Mineiros, Lucas Barbosa, estiveram no seminário. 

De novidade quase nada, apenas o encontro pessoal com os grandes nomes da imprensa esportiva. Juca Kfouri discutiu sobre futebol com Milton da Graça, que foi seu editor na revista Placar. Além de responder algumas perguntas dos espectadores, que pouco enriqueciam as discussões.

Cléber Machado ficou apenas meia hora, pois tinha que participar do “SPTV especial Ronaldo Fenômeno”. Falou um pouco das técnicas de narração esportiva e do seu estilo. Depois, ele ficou refém das perguntas insistentes e constragedoras de Paulinho, que também tem um blog. Mas este tem um estilo mais radical de cobertura, tipo Kajuru. O blogueiro insistia em dizer que os profissionais da Globo são proíbidos de expressar as suas opiniões, que são cerceados em dizer a verdade, pois a empresa apoia a CBF e os dirigentes do clubes, etc. E o Cléber afirmava que isso era um mito, que ninguém da Globo o obriga a dizer isso ou aquilo outro.

Na melhor palestra, Sílvio Luiz mostrou toda a sua simpatia e irreverência. Sempre de forma descontraído, Sílvio falou sobre sua carreira, as suas técnicas e sobre a sua demissão da TV Bandeirantes. Tudo o que comentava causava gargalhada aos espectadores. Ele disse ainda sobre os seus bordões, sobre as leituras de receitas de bolo e do hino nacional durante algumas transmissões e ainda comentou sobre sua carreira de árbitro de futebo, que eu desconhecia.

Depois de Sílvio, foi a vez de Paulo Vinícius Coelho, que sabe tudo e mais um pouco de futebol. De cara, reconheceu um ex-goleiro do São Paulo (que nunca iria descobrir), que estava no seminário. Em seguida, comentou sobre sua carreira e deu algumas valiosas dicas aos futuros jornalistas esportivos. PVC afirmou que é preciso passar pela mídia imprensa, antes da TV, para aperfeiçoar o texto, e disse que o mais importante no jornalismo é apurar. Para ele, os jornalistas da atualidade deduzem demais. Foi um ótima expeiência para quem esteve no seminário.         

dsc00268

dsc00288





Leão se apresenta na terça

14 12 2008

0000015127

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Como já havia antecipado o blog “Noângulo”, Leão é o novo treinador do Atlético. O fechamento da negociação foi neste domingo, na casa do treinador, em São Paulo, com o presidente do Galo, Alexandre Kalil. Emerson Leão, que treinará o clube pela terceira vez, fechou um acordo de um ano e terá autonomia nas contratações de jogadores. Ótima escolha de Kalil, uma vez que Leão era o melhor nome entre os treinadores disponíveis atualmente. Agora é procurar reforços e revitalizar o elenco alvinegro, que é muito fraco. Além do treinado alvinegro, o blog também antecipou a renovação do técnico do Cruzeiro, Adílson Batista, e as dispensas dos jogadores celestes, Bruno, Maurinho e Carlinhos.





Enquete

10 12 2008




A verdadeira seleção do Brasileirão 2008

9 12 2008

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Diferentemente do prêmio da CBF, eu analiso os melhores do Brasileirão 2008, de acordo com o desempenho na competição. É brincadeira citar Nilmar, Alex e Guiñazu, que são ótimos jogadores, mas pouco mostraram neste Campeonato. Outro absurdo é deixar Vítor de fora da seleção, o lateral do Goiás foi um dos melhores no geral. Harley também foi esquecido, nem entre os três melhores goleiro ele ficou, assim como Fábio. Thiago Silva é um bom zagueiro, mas não pode tomar o lugar de um jogador da posição que atua no Grêmio – equipe que menos tomou gol no campeonato. Em um torneio que termina com três artilheiros, dois são descartados. Alex Mineiro ocupou uma das vagas, estranho, ainda mais se tratando de um atacante que marca mais gols de pênalti. Arbitrariamente, ao blog “NoÂngulo” montou a melhor seleção do Brasileirão, que joga com três volantes, uma vez que dois deles são mais ofensivos, quase armadores, veja:

Goleiro: Harley (Goiás)
Lateral-direito: Vítor (Goiás)
Zagueiros: André Dias (São Paulo) e Réver (Grêmio)
Lateral-esquerdo: Juan (Flamengo)
Volantes: Rafael Carioca (Grêmio), Ramires (Cruzeiro) e Hernanes (São Paulo)
Meia-atacante: Hugo (São Paulo)
Atacantes: Keirrisson (Coritiba) e Kléber Pereira (Santos)
Técnico: Muricy Ramalho (São Paulo)
Craque: Hernanes (São Paulo)
Logo atrás: Vítor (Goiás) e Ramires (Cruzeiro)
Revelação: Keirrisson (Coritiba)
Decisivos: Hugo (São Paulo), Borges (São Paulo) e Tcheco (Grêmio)                                                                          

Melhor Árbitro: Pedro Leandro Vuaden (RS)                              

 Confira também as seleções da CBF, da revista Placar e da TV Gazeta.