Sada/Cruzeiro?

7 01 2009

untitled-1

 

 

 

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Depois de deixar a cidade de Betim, por divergências com a atual prefeita, Maria do Carmo Lara, a equipe de vôlei do Sada pode fechar, nos próximos dias, uma parceria com o Cruzeiro Esporte Clube. Isso mesmo, segundo o diário oficial do presidente do Grupo Sada Transportes, Vittorio Medioli, o clube mineiro teria o intresse de investir no voleibol já para a terceira fase da Superliga de vôlei.

Seria uma boa parceria, bom para ambos. O empresário vem investindo pesado na equipe de vôlei e o Cruzeiro poderia se tornar uma potência em mais um esporte. Vamos esperar. O que todo mundo sabe é que Betim virou um campo de guerra política: de um lado o grupo, que atualmente, comanda, o de Maria do Carmo, do outro, o do mega empresário – que perdeu a eleição para vice e ainda não aceitou a derrota. É difícil saber quem tem razão, se a prefeita “expulsou” mesmo o time de vôlei da cidade ou se é um estratégia de Medioli. 

Entenda o porquê da saída do time de vôlei da cidade

Na administração passada, do prefeito Carlaile Pedrosa (do grupo de Medioli), foi com construído, através de uma PPP com a Sada Transporte, um complexo esportivo no bairro Jardim Teresópolis. Com a derrota da base, na eleição passada, a equipe do Sada estava ciente que não teria exclusividade de treinamentos no Ginásio Poliesportivo Divino Braga, como ocorreu nas última três temporadas.

A prefeita eleita, Maria do Carmo, afirmou que a equipe poderia disputar as suas partidas no local, mas o espaço também serviria para outros eventos. Com medo de ficar sem lugar para treinar, o prefeito Carlaile – a pedido de Medioli, enviou, no final de 2008, um projeto de lei à Câmara de vereadores, em que o Complexo do Teresópolis se tornaria o centro de treinamento do Sada durante 10 anos.

Então, foi agendada uma reunião extraordinária na Câmara para a votação do projeto. Liderada pelo vereador Alex Amaral, atual vice-prefeito, a votação foi boicotada pelos vereadores, até então da oposição. Por falta de quórum, o projeto não foi aprovado e a equipe do Sada decidiu abandonar a cidade.

O Sada recebeu propostas das cidades do Rio de Janeiro, Itabira, Sete Lagoas e Santo André. Em BH, a equipe de vôlei está em negociação com o Cruzeiro e o Mackenzie. Se fechar com a Raposa, o clube terá que reformar o ginásio do Barro Preto, adaptando-se aos padrões de jogos internacionais.   

Anúncios