O novo Mineirão

5 02 2009

Fábio Moura – lock_morgan@hotmail.com

No dia dois de fevereiro o comitê da FIFA visitou Belo Horizonte, no mesmo dia o Governo do Estado apresentou o projeto de reforma do Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão. O projeto prevê o fechamento do estádio por pelo menos dois anos, a partir de janeiro de 2010,  até que as obras sejam concluidas. Durante esse tempo, Atlético e Cruzeiro, vão ter que encontrar outro lugar para chamar de lar. O mais provavel é que as duas grandes equipes da capital, mandem seus jogos no Estádio Independência, que pertence ao América. Mas nada está definido ainda, uma vez que as obras para reformar o estádio do coelho ainda não começaram, e sendo assim é pouco provável que já estejam prontas para o mineiro do ano que vem.

Entre as intervenções previstas no projeto de reforma do Mineirão está o rebaixamento do gramado, o que permitirá reduzir a distância entre o campo e a arquibancada e melhorar a visibilidade do torcedor. A capacidade do estádio será ampliada dos atuais 61 mil lugares para 69.950 lugares. Desses, 2,5 mil serão assentos VIP e área destinada à imprensa. Serão criados 30 camarotes ao lado das cabines.

As obras de reforma do Mineirão também vão garantir que o acesso do público ao estádio seja melhor organizado e mais rápido. A cobertura do Mineirão será estendida e será feita em material leve, resistente às mudanças climáticas e às altas temperaturas. Toda a estrutura de imprensa, sala de aquecimento, sala de treinadores e vestiários serão reformados. Serão construídos novos banheiros bares e restaurantes.

Todos os setores terão acesso universal para pessoas portadoras de necessidades especiais. O tamanho máximo dos blocos, número de lugares e fileiras, a altura aceitável para as fileiras, inclinação máxima, as balaustradas, saídas e escadas de emergência, obedecem normas definidas pela Fifa. Não haverá pontos cegos no estádio. Os telões estarão localizados acima das tribunas principais, com dimensões de 12 x 6,8 m. A tecnologia utilizada é a LED SMD de última geração, com alto brilho e alto contraste, permitindo boa visibilidade, mesmo com exposição direta à luz solar.

O projeto prevê também a expansão do estacionamento do Mineirão com a criação de 14 mil vagas (atualmente são 4,5 mil). Além disso, será construída uma grande praça nivelada sobre lajes escalonadas que contornam e interligam o edifício do Mineirão e do Mineirinho, criando uma unidade para todo o conjunto. Sob essa área poderão ser instalados shoppings, cinemas, praças, restaurantes, espaços para exposições e estacionamento privativo para seleções, times, imprensa e convidados.

O interior do Mineirão após a reforma
O interior do Mineirão após a reforma
Fachada do Mineirinho após a reforma

Fachada do Mineirinho após a reforma

Interior do Mineirinho após a reforma

Interior do Mineirinho após a reforma

Vista aérea do complexo Mineirinho-Mineirão depois da reforma
Vista aérea do complexo Mineirinho-Mineirão depois da reforma
Nova fachada do Mineirão depois da reforma

Nova fachada do Mineirão depois da reforma

Anúncios