Valeu o primeiro tempo

10 02 2009

017783295-dp00

Bruno Martins – brunohmartins@gmail.com

Foi bom assistir a primeira etapa de Brasil e Itália, um bom espetáculo. Gol mal anulado na Itália, dois golaços do Brasil. Boas jogadas de Ronaldinho e Robinho, e um lindo chute de Elano, que efeito! Quem foi ao estádio Emirates, em Londres, deveria ter ido embora no intervalo. O segundo tempo foi de doer.

Dunga ficou com medo de fazer substituição e tomar dois gols, como ocorreu neste mesmo estádio, em 2007, na primeira derrota de sua era como treinador. Normal para um técnico inexperiente. Com isso o time cansou: Robinho só enfeitou; Ronaldinho idem; Felipe Melo continuou dando passes curtos e Adriano…Sem comentários! Péssimo, desde o primeiro tempo. O time não criou, esperou a Itália atacar.

A Azzurra até que tentou, mas Julio César e a pouca objetividade de seus atacantes evitaram que empate acontecesse. Sorte de Dunga, que só mudou no finalzinho. Deixou Pato 10 minutos em campo. Depois mandou Julio Baptista e Josué observarem o gramado mais de perto, durante uns dois minutos.

Do primeiro tempo, podemos elogiar a boa troca de passes entre Ronaldinho, Robinho e Elano, que abriu o marcador. Além, é claro, do golaço de Robinho, que eu sempre critico. Da parte italiana, o ala Grosso foi o teve melhor participação, marcou um gol, que foi anulado e sempre aparecia bem no apoio. A defesa que foi um negação na tarde de hoje, muito mal. Canavarro e Legrottaglie estavam meio desligados na partida.

Vamos ver até onde Dunga e sua turma vão. Estou achando que irão disputar a Copa e com estilo. O jogadores brasileiros, com todos os problemas, tem um futebol bem mais avançado, tecnicamente falando, que os das grandes seleções européias. É nítido, vide os dois últimos amistosos. E nunca é ruim insistir, Ramires e Hernanes são titulares da seleção jogando 80% do que podem. Gilberto Silva e Felipe Melo não acrescentam nada ao Brasil.  

Anúncios