Que venha o tricolor!

15 05 2009

crukleber_fd_1405200903

Bruno Martins – brunomartins@radioliberdade.com.br

Cruzeiro e São Paulo vão se encontrar nas quartas-de-final da Taça Libertadores. O São Paulo se classificou sem precisar jogar. O time paulista foi beneficiado pela desistência do Chivas, do México. 

Ontem, a Raposa venceu o Universidad do Chile por um a zero, no Mineirão, e também passou de fase. Apesar de jogar com vantagem do empate e da derrota por um a zero – venceu o jogo de ida por dois a um -, o Cruzeiro tomou a iniciativa da partida e bombardeou o gol do chileno Miguel Pinto.

No primeiro tempo, Kléber teve três boas oportunidades e Leonardo Silva mandou uma bola que rolou na linha do gol adversário. Mas nada de gol, principalmente por causa da atuação do goleiro do Universidad.

Na etapa final, o técnico adversário, Sérgio Markarián, promoveu duas modificações e adiantou a marcação. As substituições surtiram efeito até os dez primeiros minutos. Mesmo assim, o time chileno acertou o gol estrelado apenas uma vez, mas sem nenhuma dificuldade para o goleiro Fábio.

O técnico Adílson Batista, observou as falhas de seu time, e resolveu colocar o volante Elicarlos no lugar de Gerson Magrão, com Athirson sendo deslocado para a lateral esquerda. A partir daí, o time celeste voltou a comandar a partida e acabou abrindo o placar com Kleber, aos 28 minutos.

O Gladiador chutou fraco, mas o goleiro Miguel Pinto aceitou. Um a zero. Após o gol, foi só administrar e, lógico, continuar apanhando do time chileno, que bateu o jogo inteiro. O volante Henrique acabou saindo com suspeita de fratura. Cruzeiro e São Paulo devem se enfrentar daqui  duas semanas.

Apesar de toda a a eforia do torcedor celeste, o tricolor paulista é o favorito. Mesmo não passando por uma fase, o São Paulo tem jogadores mais experientes e decisivos, como Borges, Jorge Wagner, André Dias, Miranda, etc. Do lado azul, os atletas, tecnicamente, são melhores, mas ainda falta um poder decisivo para Ramires, Wagner e Fábio. A hora de provar é agora.   

Anúncios