Time “sem vergonha”

14 04 2011

Bruno Martins – www.twitter.com/brunohmartins

“Marca como time pequeno, ataca como grande”. A frase foi do atacante Wallyson após a ótima vitória sobre o Estudiantes em La Plata. Triunfo que garantiu ao Cruzeiro o primeiro lugar geral da fase de grupos Copa Libertadores.

A partir das oitavas-de-final, a Raposa vai sempre decidir em casa. Wallyson disse tudo. O Cruzeiro 2011 não tem vergonha de marcar. Não se envergonha em dar chutões.

Tem Pablo, um jogador com deficiências técnicas, mas que não perde uma dividida. Tem Paraná, taticamente perfeito, até quando comete faltas. Ontem, sem Montillo, que ficou em BH para a cirurgia do filho, teve Leandro Guerreiro em noite inspirada.

Foi um terceiro zagueiro na marcação e saia como um terceiro homem do meio-campo, com muita técnica, diga-se de passagem. A grosso modo, Guerreiro foi o resumo desta equipe. Marca firme e avança com classe E agora sem um cabeça-de-bagre, como Wellington Paulista, fica fácil decidir.

Depois de duas grandes defesas de Fábio, em sequência, o Cruzeiro, no primeiro ataque, abriu o marcador aos 10 minutos. Pablo saiu rápido pela direita, lançou Henrique. O volante achou Wallyson, que cruzou forte, para Thiago Ribeiro mandar para as redes.

Com Wallyson não tem boa perdida. E foi assim que saiu o segundo gol aos 46 do primeiro tempo. Na etapa final, o Cruzeiro admistrou, muito bem o resultado. Cuca foi bastante feliz nas modificações.

Entrou com Everton no lugar de Roger e deslocou Gilberto para o meio-campo. Resultado: terceiro gol. Com belo lançamento de Everton, Gilberto, teve calma, driblou o zagueiro, tirou o goleiro e mandou para as redes aos 41 da etapa final.

Três a zero para a Raposa que derrotou o Estudiantes em La Plata depois de mais de 26 anos ou 24 jogos. Foi só a terceira derrota da equipe argentina na Libertadores como mandante.

O Cruzeiro chega às oitavas-de-final como favorito. Foram cinco vitórias e apenas um empate na primeira fase. Com 20 gols marcados e apenas um sofrido. O time é cascudo, técnico e inteligente. Mas isso não quer dizer nada.

Um tropeço, elimina a Raposa. É bom respeitar, concentrar. Grêmio e Inter seguem na competição. O Estudiantes levou oito a zero no geral, mas ainda pode surpreender. Ainda tem a LDU, veneno provado por Cuca na Sul-Americana 2009. 

O treinador celeste terá um grupo ainda mais forte para a fase de mata-mata. Fabrício retorna de cirurgia. Brandão e Vitor são reforços importantes.  

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: